Mini fogareiros para cartuchos a gás com válvula

Pra quem pensa em fazer trilha de mais de um dia na Chapada Diamantina, esses mini fogareiros são ótimas opções. Leves, pequenos e eficientes. 
Evite os modelos mais antigos onde, ao invés de rosquear, o cartucho é perfurado e preso por encaixe. Eles não são reutilizáveis, vazam gás e podem causar queimaduras graves.
Lembre-se de levar de volta o cartucho e que no Parque fazer fogueira é proibido. Procure causar o mínimo impacto possível, os animais e os próximos visitantes agradecem.


Os cartuchos a gás têm se popularizado devido à praticidade e segurança. Existem alguns fogareiros disponíveis no mercado nacional, todos muito similares, o que muda é basicamente o tamanho e o peso.

Em todos os modelos você precisa tomar cuidado com a panela, que não pode ser muito grande. A área de contato do fogareiro com a panela também tende a ser escorregadia, todo cuidado é pouco. Tenha atenção em manter a panela centralizada e também tenha muita paciência na hora de verificar sua comida, para não derramar o almoço ou a janta. Os menores modelos costumam ser os mais caros. Veja algumas características para auxiliar em sua escolha.
 
Um dos mais leves, o Fogareiro F1 Ultralight da linha Exponent Coleman aparenta ter uma boa área para acomodar as panelas. Este eu nunca encontrei em uma loja física para ver de perto, apenas em lojas virtuais.
Coleman F1
  • ● Combustível: Cartuchos com rosca padrão (Ex: TekGás da Nautika);
  • ● Peso seco: 2.7oz (77g);Autonomia: 50 minutos (claro, depende muito do uso);
  • ● Tempo de ebulição: 3 minutos e 40 segundos;
  • ● Inclui bolsa de transporte.


Outra opção é o Azteq Spark, um dos menores, porém mais caros. Já vi de perto, só não o comprei pelo preço um tanto alto em relação à outros modelos. A vantagem é o peso e o baixo volume, a desvantagem é a área um muito pequena para apoiar a panela, o que requer muita atenção na hora do uso.
Spark
  • ● Dimensões (aberto): 8,5 x 8,0 cm;
  • ● Dimensões (fechado): 5,5 x 8,5 cm;
  • ● Diâmetro do Fogareiro (suporte para panela): 10,5 cm;
  • ● Diâmetro do Estojo de Neoprene: 11 cm;
  • ● Consumo de Gás: 57 g/h;
  • ● Peso: 87 g;
  • ● Inclui estojo.


O fogareiro da Guepardo em aço inox foi a minha opção. Após pesquisar um pouco e comparar, acabei comprando este modelo pelo preço mais acessível. Ele é mais pesado que os modelos da Coleman e da Azteq, mas também possui regulador de chama e acendedor automático. A embalagem plástica que vem com ele toma muito espaço na mochila, eu acabo por carregá-lo fora da embalagem.
MINI FOGAREIRO PORTÁTIL INOX GUEPARDO
  • ● Em aço inoxidável;Compacto (67x67x102 mm);
  • ● Acendedor automático;
  • ● Peso ± 0,168 kg.


Outro fogareiro bem popular é o Fogareiro Jupiter, da Nautika. Não tive a oportunidade de compará-lo com o modelo da Guepardo, mas parecem idênticos, inclusive com a mesma embalagem plástica. Não encontrei o peso para ter certeza, mas certamente é uma das opções de boa relação custo-benefício.

Fogareiro Jupiter Nautika
  • ● Material: Fabricado com aço especial, ultra leve, extra resistente;
  • ● Regulagem de chama;
  • ● Acendimento automático;
  • ● Consumo de gás: 130g/hora;
  • ● Tipo de cartucho: Tekgas.

FONTE:
José Luciano Gasparello Filho
www.tocandira.com.br
parceiro_logo_tocandira